quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Balanço 2011 #2

Um dos momentos memoráveis deste ano foi o concerto dos Bon Jovi no Parque da Bela Vista, foram umas três horas de altíssimo nível. Um dia depois do concerto criei este blog. Era uma coisa que já tinha vontade de fazer há algum tempo, mas como tinha uma tese em mãos, decidi que não o faria sem que ela estivesse "arrumada". A verdade é que ela ficou despachada em Maio e eu só criei o blog em Agosto, vai-se lá saber porquê. Agora que penso nisso, andei dois meses a desfrutar daquela sensação de chegar a casa e não pensar: "Tenho de ir escrever mais um bocadinho". Pois, acho que foi mesmo isso! Criar o blog foi uma das melhores coisas que já fiz, sempre gostei de escrever, as minhas emoções são naturalmente canalizadas para a escrita, mas escrever textos soltos em papel acaba sempre por dar no mesmo, ou se perde o papel, ou quando se torna a ler vai para o lixo. O blog é um espaço onde posso escrever sobre tudo aquilo que me der na real gana e, a menos que a blogosfera seja atacada por algum pirata, os posts ficam no arquivo quietinhos, eu não os volto a ler e, consequentemente, também não os apago. O exercício da escrita partilhada tem sido muito gratificante para mim, que é o que me interessa em primeira instância, mas se houver quem goste de me ler tanto melhor.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Balanço 2011 #1

Como estamos a começar a última semana deste ano de 2011, pensei que seria um bom exercício enumerar as coisas boas que pude vivenciar no decorrer deste ano que, em breve, nos abandonará. Hoje vou falar de viagens, sim porque este ano foi profícuo em viagens. Em Maio, depois de defender uma dissertação, resolvi embarcar num cruzeiro pelo Mediterrâneo. Comecei por conhecer a cidade espanhola de Barcelona, depois passei por Villefranche, Livorno, Roma, Nápoles e Sicília. Tudo poderia ter sido melhor se o tempo tivesse ajudado, alguns dias foram pautados por nuvens e até alguma chuva, quem já esteve num cruzeiro sabe que uma das melhores actividades para praticar é não fazer nada na cobertura do navio junto à piscina, enquanto se bebe e se come tudo aquilo que nos vem à cabeça,o que se torna penoso quando o bom tempo também decide meter férias. Tirando isso, um dos outros aspectos que me desagradou foi a claustrofobia, apesar de o navio não ser propriamente pequeno e de eu nunca antes ter sofrido de tal maleita, mesmo já tendo ficado fechada num elevador. A juntar a isso há ainda o balanço do navio a que uma pessoa se habitua, sempre são seis ou sete dias que se está lá dentro, o pior é quando se chega a casa e se percebe que a casa também balança, apesar de podermos jurar que antes não balançava. Digo-vos que não é uma sensação agradável a de estarmos deitados na nossa cama a ver o quarto balançar. Esta viagem, fez-me também perceber que, naqueles navios, não existe nenhum limite razoável no que toca à comida. Dito assim, pode parecer esquisito, mas o que se passa é que depois de jantares onde se come muito mais do que se deveria comer, ainda nos brindam com buffets de tudo e mais alguma coisa, uma coisa absurda, quando há tanta gente a morrer de fome por esse mundo fora, o que é certo é que, quando voltei, não mais podia ver comida à minha frente  e eu considero-me uma pessoa com muito apetite. Tirando estas coisitas foram dias memoráveis.

Além desta viagem, em Outubro, fiz a maior viagem de avião da minha vida, dez horas a voar de Lisboa até São Paulo. Já vos fiz o rescaldo desta viagem aqui no blog, por isso, agora quero só dizer-vos que São Pedro, mais uma vez, decidiu mandar a chuva para aquelas bandas, mas que, apesar disso, gostei do país, achei que tem muito potencial e que atravessa uma fase de grande prosperidade. Os brasileiros com quem convivi são empreendedores e nem tudo se resume ao quadro de violência que se pinta nos noticiários.

Foram duas viagens bem diferente, uma de férias, outra em trabalho, mas que me deixaram com água na boca, tenho muita vontade de voltar ao Brasil e de conhecer o Rio de Janeiro, antes de mais, e depois algumas outras zonas. Também quero voltar a Itália, porque um dia em cada cidade não dá para conhecer tudo. Assim sendo, para o ano que aí vem estou já a magicar algumas coisas, mas ainda é cedo, muito cedo, para fazer planos.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

J'adore DIOR

Para mim, o melhor anúncio de perfume desta quadra natalícia é este:

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Saga Twilight: the wedding dress

Se há estilista consagrada que me enche as medidas, é Carolina Herrera, adoro, adoro, adoro! As silhuetas e sobretudo o equilíbrio que consegue alcançar nas suas criações tiram-me do sério. Esta senhora conseguiu mais uma vez estar à altura do desafio: foi-lhe pedido que criasse o vestido de noiva para a cena do casamento que acontece no terceiro filme da saga Twilight. Eu juro que odeio toda a sorte de "vampiragem" desde tenra idade e seria incapaz de ver um filme destes, mas, o certo é que o vestido é absolutamente fabuloso. Dentro do estilo da criação de Sarah Burton que Pippa Middleton usou no casamento da irmã, ofuscando a própria noiva, este, por sua vez, tem um detalhe delicioso nas costas que lhe confere o factor WOW e torna digno de uma noiva.





terça-feira, 20 de dezembro de 2011

MasterChef Australia

Este é um dos meus programas televisivos preferidos. Acontece que a minha concorrente preferida desta segunda temporada foi eliminada no último episódio que vi. A Marion era a melhor e ficou fora da competição por causa de um molho qualquer. Perdi a vontade de ver o resto, mas tenho a certeza que ela tem uma grande carreira pela frente como chef.

Marion

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Nem de propósito:

A revista TIME elegeu Ryan Gosling como o mais "cool" do ano 2011. Eu não podia estar mais de acordo!

A crush on Ryan Gosling

Mas será que este homem pode fazer alguma coisa para melhorar? Eu acho que não, está tão bem assim... para além de ser um excelente actor, ainda transpira estilo por todos os poros.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Quem é que ainda não tem uma saia assimétrica?

Eu, mas quero, quero muito! Vejam lá se não é linda esta que está aqui no blogue Madame de Rosa.

sábado, 17 de dezembro de 2011

2012

Tenho uma agenda fresquinha para estrear em 2012 e apetece-me escrever no dia 1 de Junho: Eu vou! E onde é que eu quero ir? Ao Rock in Rio e tenho quatro boas razões para isso, querem ver:
1. Ver pela primeira vez ao vivo os Expensive Soul (música portuguesa com certeza)
2. Rever a Ivete Sangalo, dançar e cantar até cair
3. Ver os Maroon 5 que se estreiam nesse dia em Portugal
4. Rever o Lanny Kravitz que rapaz para dar um grande show
Assim de repente, é o que me vem à cabeça. Eu sei que já disse, mas vou repetir: eu podia viver só de música e de moda e seria uma pessoa feliz!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

domingo, 11 de dezembro de 2011

100 posts

Bazaar Chiado

Não é de hoje que sou leitora assídua de um dos blogues mais lidos de Portugal, A Pipoca Mais Doce, pois claro! Quando soube que a sua autora iria abrir uma loja em Lisboa, fiquei curiosa e, quando a loja abriu e comecei a ver o que por lá se vendia através do Facebook, fiquei em pulgas. Vai daí, e como o Natal está à porta, alguém me ofereceu um voucher para gastar na loja e ontem lá fui eu! Usei o voucher para comprar um vestido muito fofo, que depois vos hei-de mostrar, e conheci a Ana Garcia Martins, nada mais nada menos que a autora do blog. O espaço é muito simpático, a decoração está muito original e a loja estava cheia. Pelos visto as vendas estão a correr pelo melhor, eu ia com o intuito de experimentar um casaquinho que já tinha visto numa foto, mas quando lá cheguei já não havia nenhum. Quando passarem pelo Chiado vale a pena dar uma espreitadela. Para quem não sabe, a loja fica na Calçada do Sacramento (se subirem a rua, fica à vossa esquerda).

Dentro deste saquinho habitava o voucher

sábado, 10 de dezembro de 2011

As luzes de Leonor

Ontem acabei de ler um livro intitulado As Luzes de Leonor da autoria de Maria Teresa Horta. Por questões meramente relacionadas com pudor, não revelo o tempo que levei a ler este volume que conta com mais de 1000 páginas. A escrita é densa e, como tal, demorada, se se quiser atenta. Admiro a personagem principal deste romance histórico, Leonor de Almeida Portugal, e esta leitura permitiu-me aprofundar os conhecimentos que já tinha sobre a mesma. Numa altura em que este tipo de romance está muito em moda, só recomendo a sua leitura a quem for persistente. Este livro que acabei de ler vai agora ser emprestado a outra pessoa e, desconfio, que não vai conseguir chegar ao fim. 


sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Ideias para bodas

Eu gosto de casamentos e de todos os detalhes que marcam a cerimónia e a festa. Se me perguntarem se me quero casar, eu respondo que sim e com tudo aquilo a que tenho direito. Fazendo o gosto ao dedo, sigo dois blogues dedicados a esta temática: o da Pureza de Mello Breyner e o Say I do, ambos na minha lista de leitura ali do lado direito. O primeiro mais focado nos vestidos de noiva, de madrinhas, damas de honor, convidadas, etc. O segundo é um blog que reflecte a realidade das festas de casamento do outro lado do Atlântico, no Brasil. Há que dizer que lá as coisas são um pouco diferentes, as festas são mais requintadas e muito distintas da maioria daquelas a que estamos habituados. Para as meninas que começam a preparar as suas bodas e precisam de ideias, porque também há quem já tenha uma ideia precisa do que pretende, aconselho a seguir também estes blogues e, já agora, podem também ir dando uma espreitadela no blog, também brasileiro, da Lala e Maria Rudge, porque entretanto a Lala vai casar e eu tenho para mim que vai ser um acontecimento em grande!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Vogue UK January 2012

Florence Welch, a senhora cuja música vos apresentei aqui, é a capa da revista Vogue do mês de Janeiro no Reino Unido. Ela que surpreende sempre que pisa uma passadeira vermelha só pode ser boa pessoa, não fosse ter nascido no mesmo ano que eu!


quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Contra os espanhóis, nada a declarar!

A provar que o provérbio "De Espanha, nem bom vento nem bom casamento" já está completamente ultrapassado, fica o dueto de Pablo Alborán (guapísimo) e Carminho. Enjoy!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Hoje arruinei a minha carreira como administrativa

Eu já ando há coisa de dois meses a responder a anúncios para trabalhar na minha área. Mas ontem alguém me telefonou e marcou uma entrevista de emprego para o lugar de administrativa, a cujo anúncio tinha respondido na passada sexta-feira. No espaço de um dia (falando de dias úteis) telefonaram-me de um sítio para onde eu não queria muito ir trabalhar, dos outros sítios para onde ando a mandar currículos há semanas ninguém me disse nada! Lá fui à entrevista, era difícil ser um local de trabalho melhor: excelente localização, boas condições de trabalho e a promessa de um trabalho para o resto da vida, ou quase. Era tudo muito bonito, mas a minha entrevistadora percebeu na minha cara que aquela não era muito a minha onda e disse-me que não queria ser responsável pelo fim da minha carreira de investigadora. Digamos que não se saiu nada mal. E eu, que não me nego a fazer trabalhos que não estejam directamente relacionados com os meus estudos, fiquei com a decisão nas minhas mãos e decidi que não estava interessada. Eu não sei se conseguirei ter um desses trabalhos que duram o resto da vida, até agora sempre trabalhei durante curtos períodos de tempo. E quando um trabalho está a chegar ao fim, já estou ansiosa por ir para outro sítio, conhecer pessoas novas e fazer coisas diferentes. Acho que essa história de trabalhar a vida toda no mesmo lugar já não pertence à minha geração! Mas não foi só por isso que me decidi a não aceitar a proposta, não, é que eu sei que existem posições mais aliciantes para uma pessoa como eu e acredito que hei-de conseguir uma. Enfim, volto à estaca zero e fico de novo vidrada no telefone que há-de voltar a tocar.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Sou menina para ir ao cinema ver isto:


Sim: o Rei Leão em 3D! Já foi há 17 anos que chorei pela primeira vez com a morte do pai do Simba e parece que foi ontem. Depois disso, comprámos o vídeo em vhs, que ainda hoje existe, e foi ver até não se poder mais! Até não se poder mais não, é que eu ainda hoje gosto de ver o Rei Leão. Há dias em que tenho vontade de ver filmes da Disney, com especial incidência na Pocahontas e na história do "piqueno" Simba. Antes de ontem, quando estava na fila do cinema e vi um cartaz igual a esta imagem, estremeci, e pensei: quero ir ver o filme ao cinema! Parece que agora é em 3D, eu, como sou um pouco resistente a esta história de pôr e tirar óculos para olhar para um ecrã, ainda não experimentei, mas não vejo melhor forma de o fazer do que com um clássico da infância.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Adoroooooooo teorias da conspiração!

Gostei muito do filme que fui ver ontem, uma boa teoria da conspiração e um enredo histórico muito rico e interessante. Algum dia saberemos qual é a verdade?


quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Eu sempre soube que esta miúda tinha jeito para ser actriz

Em Portugal, para se ser actriz, pelo menos numa novela, não é essencial ter talento, não senhor! O essencial é ter uma palminho de cara e umas formas atraentes. Um bom exemplo disso foi a novela Laços de Sangue, agora galardoada com um Emmy (depois de, no ano passado, uma novela da TVI ter ganho um, já podemos esperar tudo) em que as protagonistas eram Diana Chaves e Joana Santos. Duas irmãs, a Diana interpretava a boazinha e a Joana a mazona. Quando contracenavam era demasiado evidente que a Joana era muito superior à Diana! Acabou-se a novela e hoje, ao ler uma revista cor-de-rosa (sim, eu sou do pior, até leio a imprensa cor-de-rosa), fiquei a saber que a Joana vai ser protagonista de uma novela da Globo. Como sempre, os melhores vão-se embora, mas eu hei-de continuar atenta ao percurso desta jovem!

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Dias...

Há dias em que trabalho num gabinete contíguo a outro onde trabalha uma senhora que tem o poder de me pôr os nervos em franja, mesmo sem termos qualquer contacto visual. Há que dizer que as condições não são as melhores, pois os gabinetes estão separados por uma placa (em contraplacado?) que não isola nada o som. Quando digo nada é mesmo nada. Eu ouço-a a teclar, tenho sustos de morte quando ela espirra, mas o auge da irritação é quando ela fala ao telefone. Não interessa se está a falar com a mãe, com a vizinha ou com um(a) colega de trabalho, a frase inaugural do discurso é sempre a mesma: "Olá, tudo bem?". Mas num tom para lá de afectado, a que, não raras vezes, se juntam os adjectivos: querida, fofinha, entre outros extremamente exagerados para tratar meros(as) colegas de trabalho.
E como se o tom das conversas não fosse suficientemente ridículo e inusitado, ainda me prenda com temáticas muito interessantes, uma destas tardes foi passada a escutar 1001 telefonemas para locais que ofereciam actividades extra-curriculares para crianças. Nessa tarde percebi que é mais difícil arranjar uma actividade extra-curricular compatível com a vida atarefada de uma criança que tirar uma senha na Segurança Social e ser atendido no mesmo dia. Já hoje foi o dia de telefonar para as colegas a informá-las que lhes tinha enviado um email (parece que este meio de comunicação por si só não é o suficiente) onde se pedia a atenção das pessoas para o desaparecimento de um senhor que, por sua vez, era pai de uma sua conhecida.
Para além do sem número de telefonemas que ela efectua do telefone do serviço, ainda há a somar a musiquinha do seu telemóvel e os apitos sempre que recebe mensagens. E eu, do outro lado, a tentar concentrar-me no trabalho, não consigo deixar de pensar que só o meu telefone é que não toca e eu bem precisava que ele tocasse.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Esta dupla é muuuiiiiito potente

Lembram-se de vos ter dito que ia experimentar o serum White Lucency da Shiseido aqui? Antes de mais importa dizer que esta linha de cosméticos se destina a peles com tendência a manchas de pigmentação, como a minha de resto. Depois de mais de um mês de utilização, tenho a dizer-vos que o serum sozinho dá alguns resultados, no entanto, o seu potencial é exponencialmente aumentado pelo creme hidratante da mesma linha. Estão aprovados.


domingo, 27 de novembro de 2011

Hoje tinha mesmo de ser




Hoje o fado foi reconhecido pela UNESCO como património imaterial da humanidade. Quando eu era mais pequena, havia uma pessoa que me perguntava sempre que o tema vinha à baila: "Filha, gostas de fado?" E eu respondia, sempre muito decidida, que não. A minha interlocutora ficava incrédula e eu não entendia porquê! Entretanto eu cresci, amadureci e o fado também e agora gosto, comecei por gostar do fado interpretado por esta nova geração de fadistas, mas já me aventuro a ouvir fados mais antigos de que acabo também por gostar. Agora percebo a estupefação da minha interlocutora e que há coisas que só a idade nos traz.

sábado, 26 de novembro de 2011

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Isto faz-me lembrar alguma coisa...

só não sei o quê! Se alguém conseguir associar a outra música é favor comentar. Obrigada!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Carta aberta a Michael Bublé

É sobejamente conhecida a minha admiração por ti, Michael. Cantas, danças e és giro que te fartas. Já sabia que te tinhas casado, mas agora que vieram a público umas fotos da tua esposa tiradas para a campanha publicitaria de uma marca de lingerie, tenho uma coisa a dizer-te: ainda bem que te casaste com essa senhora, porque a relação entre nós estava fadada a ter uma vida muito curta. Que sejas muito feliz com a tua loura fogosa.


Ass.: Uma morena orgulhosa


Luisiana Lopilato

Greve geral ou feriado nacional?

Eu gostava de saber como é que esta greve pode trazer benefícios ao país. Se bem me lembro, estamos em crise, não conseguimos pagar a dívida soberana e tivemos de chamar a Troika para nos ajudar a tomar as rédeas do país. Choca-me que existam pessoas que considerem que, parando o país um dia, a coisa se resolve ou fica melhor para o lado deles. Choca-me ainda mais que alguns tenham tentado impedir que os colegas realizassem serviços mínimos decretados pelas próprias empresas. Será que ainda não perceberam que se não forem tomadas medidas sérias a situação só pode piorar?! A mim parece-me bastante lógico mas pelos vistos não é, ou será que um dia de greve em Novembro dá imenso jeito para começar a estourar o orçamento nas compras de Natal. Eu estou a trabalhar, é para isso que me pagam e acredito que trabalhar é o único caminho possível para chegarmos à tona da água.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Provas de conhecimentos

Hoje fui pela primeira vez a uma prova de conhecimentos para ingressar na função pública. Não, eu não quero ser aquela senhora que atende o público enquanto masca uma pastilha com a boca aberta, que lê a Maria entre um "cliente" e o outro, que repete inúmeras vezes por dia a frase "isso não faz parte das minhas competências" e que 15 minutos antes da hora do fecho do serviço já está a arrumar a tralha. Não, eu quero ser o oposto deste estereótipo e começar a desmistificar a ideia de que os funcionários públicos não fazem nada no horário de expediente. Há apenas um pequeno problema, sou eu e p'raí mais uns cinquenta a desejar entrar naquele concurso, coisa pouca portanto!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Tenho muitas dúvidas

A Benetton voltou em grande este Inverno, começando com o lançamento de mais uma campanha polémica (Unhate) e terminando com as novas camisolas Pin Up. Estas camisolas têm uma tecnologia xpto e prometem valorizar as curvas de quem as vestir. Eu tenho muitas dúvidas quanto aos possíveis resultados destas peças de roupa, mas sou rapariga para entrar numa loja, experimentar e, se o resultado for o prometido, comprar uma de cada cor e feitio.


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

O ódio é uma cena que me assiste

Infelizmente cresce dentro de mim este sentimento. Odeio todas aquelas pessoas que me dizem "Depois envio-lhe um mail" e nunca o fazem. Odeio-as mesmo que goste delas e esse sentimento intensifica-se cada vez que estou à procura de um novo emprego, farto-me de mandar currículos e o meu telefone é uma pasmaceira maior que uma aldeia do interior no Inverno e na minha caixa de correio só caem emails da treta e nenhum para marcar uma mísera entrevista de emprego. Sim, eu odeio-os a todos!

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Raios me partam

Eu devia mesmo ir ao Centro de Histocompatibilidade para me tornar dadora de medula óssea. Não é porque o filho do jogador da selecção precisa, é que eu já tenho vontade de fazer isto há muito tempo. Na verdade, a vontade não é nenhuma... sim, é verdade, eu sou muuuiiiiiiiiito fraquinha e não me dou nada bem com agulhas. Eu sei que não dói nada, que não custa nada (mentira, mas pronto). Sei disso tudo, mas há alguma coisa em mim que não colabora e quando vou a ver já a analista (ou seja lá o que for) me está a perguntar se me sinto bem, fico pálida que nem uma parede caiada e só quero que ela se despache e não perca tempo a perguntar-me seja o que for. Aquele instante é um degredo, brrrrrrr! Mas desta vez vou ser forte e vou fazer por ir, é que eu nem quero imaginar o que seria ter alguém chegado a precisar de um bocadinho de sangue e eu saber que uma cambada de lingrinhas não eram dadores porque tinham medo de agulhas!

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Hoje descobri que...

Mais vale comer um coockie de chocolate da Starbucks por mês do que bolachas do supermercado todos os dias.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Se a informação pode ser irritante?

Sim, pode e, em alguns casos, chega mesmo a ser insuportável. A comissão que o governo incumbiu de avaliar o serviço público de comunicação concluiu, entre outras coisas, que o tempo de informação nos canais do Estado deve ser drasticamente reduzido e eu não podia estar mais de acordo! Tenho a forte convicção de que o telejornal deveria ter no máximo a duração de 15 minutos. Porque assim os profissionais de informação seriam obrigados a fazer uma escolha selectiva da informação a divulgar. Evitava-se que o telejornal fosse a primeira telenovela da noite ou do início da tarde. Ainda hoje pude observar as lágrimas e a dor dos trabalhadores da fábrica da Sicasal perante as chamas que a consumiam. Eu percebo que as pessoas fiquem transtornadas perante a possibilidade de perderem os seus postos de trabalho, o que eu não percebo é a razão pela qual eu tenho de testemunhar isso durante cerca de três minutos. Sinceramente, não tenho pachorra para isso! Nem para isso nem para aqueles programas que decidiram colocar no ar logo a seguir ao telejornal, quer dizer, na prática, é uma hora e meia, quando não é mais, de informação e de historietas que, na maioria das vezes, não interessam nem ao cão do meu vizinho. Acho que a RTP é um sorvedouro de dinheiro e não tenho problema nenhum em assumi-lo. Que os canais privados exibam este tipo de programas não me choca, mas não posso admitir que se esbanje assim o dinheiro público.  

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Apostar no vermelho

Eu juro que este post não tem qualquer intenção clubística subjacente, até porque a moda não se compadece com esse tipo de intenções. A verdade é que ter um par de calças vermelhas no armário é quase obrigatório. Podem ser em sarja ou em materiais como o couro ou imitações. Se já deram uma volta pelas lojas, já se aperceberam que o que não falta são camisolas, tops e companhia em tons neutros que se conjugam perfeitamente com uma cor marcante como o vermelho. 



MANGO

Maria Barros

domingo, 13 de novembro de 2011

The Ides of March

Não sei se o problema é o George Clooney não ter tanto talento como realizador como tem como actor, o que sei é que falta(m) alguma(s) coisa(s) a este filme para ser um bom filme. Fica a nota positiva para o actor Ryan Gosling que está à altura do seu papel. E é isto.



quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Lembram-se das bolas e das lantejoulas?

Duas tendências fortes para esta estação. Aqui ficam duas propostas da MANGO.


quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Quando tiver 42 anos...

quero estar como está a Jennifer Lopez. Amazing!

@ Glamour's 2011 Women of the Year

terça-feira, 8 de novembro de 2011

MTV Europe Music Awards

Não sei se já disse, mas eu poderia viver de apenas duas coisas na vida, ambas começadas por "m": música e moda. Gosto, gosto, gosto e adorava experimentar trabalhar em alguma dessas indústrias. Enfim, quimeras à parte, no passado domingo foram entregues em Belfast os MTV Europe Music Awards. Como se sabe, trata-se de um evento mais virado para a emissão televisiva, mas eu acho que, desta vez, quem assistiu ao vivo à entrega dos prémios presenciou um dos grandes momentos musicais, eu diria, do ano, e talvez (esperemos bem que não) irrepetível. Passo a explicar, Adam Lambert (saído do programa American Idol) juntou-se aos Queen e não deixou os créditos de Freddie Mercury em mãos alheias. Cantou a plenos pulmões e deu um grande, grande espectáculo. Quer-me parecer que, além de Lady Gaga, também este jovem saiu vencedor nesta noite. Fiquem com esta delícia e desfrutem dos 8 minutos.




segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Coisas de mulheres

Aqui há algum tempo fiquei boquiaberta quando uma amiga minha que ia casar me disse que lhe tinham oferecido um perfume Chanel N.º5, com a justificação de que, como estava prestes a ser uma mulher casada já podia ser dona e senhora daquele aroma. Eu confesso que na altura não percebi muito bem, mas agora já percebo. No outro dia dei por mim a pensar que, agora que já levo um quarto de século de vida, posso dar-me ao luxo de ter um daqueles batons a sério. Sim, chamem-me bebé, mas eu ainda não tinha um baton a sério (daqueles que pintam mesmo os lábios e não gloss ou coisa assim). Agora, que já sou dona e senhora do meu baton, que anda comigo para onde quer que vá, começo a perceber que a idade pode trazer mudanças muito benéficas, mesmo que sejam muito pequenas.

Optei por um da Clarins em tons de rosa.

domingo, 6 de novembro de 2011

Ronaldo e a bota de ouro

Cristiano Ronaldo ganhou mais uma bota de ouro, muitos parabéns Cristiano. Mas, desta vez, os parabéns não vão apenas para o craque, vão também para a sua mãe, Dolores Aveiro, que me surpreendeu pela positiva com o outfit que levou à cerimónia de entrega do prémio. Bem, talvez seja melhor estender este elogio à boa da Irina... não sei se esta manifesta melhoria na indomentária da matriarca não teve dedo da nora. Fiquem com esta imagem que faz juz à máxima "Uma imagem vale mais que mil palavras".



sábado, 5 de novembro de 2011

Fashion awards Portugal

Os Fashion Awards Poertugal 2011 foram entregues no passado dia 3. Dos felizes galardoados destaco Os Burgueses que receberam o prémio na categoria de melhor novo talento. Eu tenho estado atenta a esta dupla e quer-me parecer que eles, que já são grandes, serão ainda maiores e não há-de faltar muito para que tal aconteça. Este prémio é mais uma confirmação desta premonição. Parabéns aos Burgueses e aqui fica uma das suas propostas para a Primavera 2012.


quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Já a pensar nas prendas de Natal

Começo por dizer uma coisa tipicamente portuguesa: há precisamente um ano atrás fui muito feliz. E quem me proporcionou esse estado de espírito foi o meu querido Michael Bublé. Sim, no dia 3 de Novembro de 2010, ele deu um dos melhores concertos a que já assisti na minha vida. Eu acredito que o valor de um artista se mede no palco e este é sem qualquer sombra de dúvida aquilo a que se chama "one man show", ele dança, canta e ainda diz umas graças que têm muita piada. Acho que o segredo do sucesso daquele espectáculo se deveu em grande parte ao talento deste canadiano, mas também à resposta calorosa do público. Eu cantei, cantei, cantei e quando de lá saí pensei: isto é que foi dinheiro bem empregue, quando ele voltar estou cá outra vez. A verdade é que ele ainda não voltou, mas tem um novo álbum chamado Christmas. Ainda não ouvi mas a fasquia está alta e, cá entre nós, ele fica ainda mais querido com um presente na mão.


quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Há vida para além de Holywood

Num feriado de Novembro em que o frio já se começa a fazer sentir na cidade de Lisboa, já se espera que um dos sítios mais concorridos seja o cinema. E assim foi o dia de ontem, ia com o intuito de ver o Tim Tim, mas as sessões já estavam (quase) esgotadas, vai daí e olhei para o primeiro filme que surgiu à minha frente no cartaz de seu nome "Românticos anónimos" (no original francês "Les emotifs anonymes") e comprei o bilhete para o ver. Inicialmente pensei que seria uma grande banhada, ou seja, mais uma comédia romântica daquelas que se vêem quando estamos doentes em casa porque nem sequer temos disposição para mudar de canal. Mas tive uma agradável surpresa: um filme muito muito engraçado e diferente daquilo a que estou habituada. E gostei, gostei muito, porque saí daquela sala bem-disposta. Vou começar a dar mais oportunidades ao cinema que não emana de Holywood.




segunda-feira, 31 de outubro de 2011

É caso para dizer: que delicia, ou talvez não...

Este vídeo é absolutamente delicioso. Ora vejam.




E o que eles estavam a reproduzir era isto:




Parece que esta é a "coreografia oficial" para o festejo de golos na equipa do Real Madrid. A pergunta que eu coloco é a seguinte: Será que o mister acha alguma piada a este ritual?

domingo, 30 de outubro de 2011

They set me free...

Eu não sou apenas viciada em Anatomia de Grey, ou melhor, não era! Existia em mim uma outra adição: a das bolachas. É sério, eu era mesmo viciada naquelas desgraçadas. Tentei várias vezes e sem sucesso largar essa dependência, até que me chegou aos ouvidos que as boas das bolachinhas estão carregadinhas de gordura hidrogenada, o que não é nada bom para o corpinho. E pronto, fui o suficiente para me mentalizar que tinha de deixar de me comportar como o saudoso monstro das bolachas que conheci na também saudosa Rua Sésamo. Deixei de as comprar e foi remédio santo, agora ainda como uma ou outra de vez em quando, mas daquelas que não dão gozo nenhum, ou seja,  que não têm sequer uma mísera pepita de chocolate. E orgulho-me de dizer que, apesar de gostar muito daquele monstro azul que ingeria menos bolachas do que aquelas que caiam em seu redor (até porque o boneco era desprovido de tubo digestivo), já não sou a sua versão feminina.


quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Lala foi no Iguatemi

Lembram-se de vos falar num dos shoppings mais badalados de São Paulo, o Iguatemi? Se não se recordam eu dou uma ajuda aqui. Pois é a Lala Rudge do blog brasileiro Lala e Maria Rudge, que está ali em baixo na minha lista de blogs, também foi lá e tirou umas fotos... aliás ela deve passar por lá muitas vezes e, ao contrário de mim, pode levar umas coisitas para casa. E pronto, era só isto!

I wish...

Desejos Vãos

Eu queria ser o Mar de altivo porte
Que ri e canta, a vastidão imensa!
Eu queria ser a Pedra que não pensa,
A pedra do caminho, rude e forte!

Eu queria ser o Sol, a luz imensa,
O bem do que é humilde e não tem sorte!
Eu queria ser a árvore tosca e densa
Que ri do mundo vão e até a morte!

Mas o Mar também chora de tristeza ...
As árvores também, como quem reza,
Abrem, aos Céus, os braços, como um crente!

E o Sol altivo e forte, ao fim de um dia,
Tem lágrimas de sangue na agonia!
E as Pedras ... essas ... pisa-as toda a gente! ...

Florbela Espanca



quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Volta, Anatomia de Grey, estás perdoada

Estou em privação de Anatomia de Grey há já muito tempo e não sei se aguento até Dezembro... Sim, até Dezembro! Só em Dezembro é que estreia a nova temporada na Fox Life. Eu não sei explicar a razão desta dependência. Vejamos, aquela série já deu (quase) tudo o que tinha para dar: já todos dormiram com todos, alguns já morreram e outros até já têm descendencia. Pelo que não se percebe o meu apego àquele enredo. Mas há ali qualquer coisa que me cativa e de que eu gosto. Se calhar é porque a nossa televisão é só lixo, reality shows com pessoas que não sabem que o Brasil fica na América do Sul, programas de cantorias quando já se esgotou a paciência para os ver (vamos lá a ver, até já fizeram programas com criancinhas a cantar, nós somos apenas 10 milhões de habitantes e com o número de programas para caçar novas vozes que houve neste país na última década eu quase que aposto que já não há mais nada para descobrir, vai-se a ver e aparece aí uma Susan Boyle, se aparecer podem dar-me na cabeça). A única coisa que vejo ultimamente é o Master Chef Australia e eu preciso de mais!


terça-feira, 25 de outubro de 2011

São Paulo e a comida

Em São Paulo fiquei fã do pão de queijo e dos sumos. Por lá está muito na moda beber sumo com açai, um fruto que nasce na Amazónia e que eu não cheguei a ver, ainda perguntei ao empregado de uma lanchonete o que era mas ele não me pode mostrar, dizendo que só tinha a polpa. Enfim, parece que aquilo faz bem à saúde, que é antioxidante e tal... Além disso, bebi o melhor capuccino da minha vida enquanto lá estive, posso descrever-vos: era tão doce que nem precisou de açúcar, tinha uma espessa camada de chantili e bebi-o muito quentinho enquanto via a chuva pela janela. Para terminar esta descrição gastronómica resta dizer que experimentei a comida libanesa e gostei (acho que com a idade começo a ficar menos esquisita em relação à comida).

Este saquinho estava cheio de pães de queijo, adivinhem quem os comeu...

Eu gosto

E até já temos chuva...

domingo, 23 de outubro de 2011

São Paulo

Dizem os brasileiros que os paulistas trabalham para os cariocas irem à praia. Isso eu não sei, o que eu sei é que a cidade de São Paulo tem um custo de vida elevado e que numa ponta da cidade encontramos mendigos a pedir esmola e, na outra, senhoras calmíssimas e chiquíssimas a comprar coisas na loja da CHANEL ou da LOUIS VUITTON. Portanto, fazendo jus à máxima brasileira, eu quero acreditar que se eles têm tanto dinheiro para gastar é porque trabalham muito. Enfim, eu é que não perdi a oportunidade de passar algumas horas num dos centros comerciais mais famosos da cidade de seu nome Iguatemi. Quem passa na rua julga que aquilo é um bunker, uma construção de betão cinzentona e com muitos seguranças devidamente equipados para repor a ordem pública caso alguma coisa corra mal. Mas isso é cá fora, porque, depois de se transpor a enorme porta encontramos um ambiente calmo e altamente sofisticado, onde não faltam as flores naturais, as lojas de roupa mais conceituadas no Brasil e ainda marcas que dispensam apresentação como Christian Louboutin, por exemplo. Coisa pouca, portanto. Mas desenganem-se se pensam que essas lojas estão às moscas, as mulherada altamente bem vestida compra nas ditas cujas. Deixo-vos umas imagens do Iguatemi e espero poder comprar lá algumas coisitas um dia quando voltar.

Um dos seguranças do shopping


O Natal está a chegar...

e parece que a decoração temática vai ser uma coisa em grande



Vejam-me bem a pinta deste fraldário


Montra Christian Louboutin



sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Uma grande constipação

A prolongada ausência de posts neste blog deve-se à enorme constipação que apanhei por terras de Vera Cruz. Eu disse-vos que ia chover, não disse?! E choveu, choveu todos os dias (tirando o primeiro) em que lá estive. Mas se pensam que a chuva em São Paulo é como a chuva em Lisboa, desenganem-se, meus amigos, lá, quando chove, chove a sério, não abranda. Resumindo, é um horror! Mas os paulistas parecem não se incomodar muito com isso, pois não deixam de calçar a sua sandália e muitos deles nem usam guarda-chuva. São destemidos é o que é. Já eu devo concluir que sou muito fraquinha, porque não resisti aos efeitos daquele dilúvio e o resultado tem-se traduzido em tosse, rouquidão, olhos vermelhos, dores de cabeça e de garganta. Já estou quase boa e tenho muitos posts em lista de espera, por isso, me aguardem!

P.S.: Também ouviram dizer que hoje acaba o mundo? É pena, porque eu tenho muitas coisas para vos contar.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Voltei, voltei, voltei de lá...

Oi para todo o mundo! Estou de volta de São Paulo e, em breve, vou falar-vos mais da cidade.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Fui...

Eu entretanto vou ali a São Paulo, mas prometo não me demorar muito. Vou dizer umas coisas e aproveito para ver como andam por lá as modas. No entretanto, fiquem com uma das minhas cantoras brasileiras preferidas.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Previsão meteorológica para São Paulo

Patrícia diz que está farta de calor, das roupas de Verão e reza a S. Pedro para que este mande o Outono para o seu país, porque afinal o Verão quer-se é no devido tempo.
Patrícia prepara-se para embarcar para São Paulo, onde é agora Primavera,  consulta o boletim meteorológico para aquela cidade brasileira e não quer acreditar: a previsão é de chuvinha da boa, raios e coriscos. Quer dizer, eu tinha pedido que o Outono viesse para Portugal e, afinal, vou encontrá-lo no Brasil!?

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Analepses e prolepses

Hoje fui ver o filme Meia Noite em Paris e com toda aquela amplitude temporal lembrei-me da colecção da GUCCI para a primavera 2012 inspirada nos anos 20. Ele há coisas....


Desfile GUCCI

Desfile GUCCI

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Não é por nada, mas...

eu gosto disto (leia-se do vestido)


A noiva Sofia Fernandes


Eu confesso que é muito raro eu ver uma noiva e dizer que gosto do vestido, mas desta vez gostei. Gostei sim senhor. Calma, almas inquietas, isto não quer dizer nada, quer apenas dizer aquilo que eu disse. Gostei e pronto!